Contribuição Sindical 2018

Contribuição Sindical 2018
                                           

Imagem

EMITA SUA GUIA AQUI

( PREENCHA OS DADOS SOLICITADOS PARA EMISSÃO DA GUIA)

TABELA PARA CÁLCULO DA CONTRIBUIÇÃO SINDICAL
Vigência: 1º de janeiro de 2018

Tabela progressiva para cálculo da Contribuição Sindical, vigente a partir de
1º de janeiro de 2018 aplicável aos empregadores industriais:

Imagem

MODO DE CALCULAR:
1º) Enquadre o capital social na "classe de capital" correspondente;
2º) Multiplique o capital social pela alíquota correspondente à linha onde for enquadrado o capital;
3º) Adicione ao resultado encontrado o valor constante na coluna "valor a adicionar", relativo à linha da classe de capital.

Notas:
As  empresas  ou  entidades  cujo  capital  social  seja  igual  ou  inferior  a R$  15.690,82  o recolhimento da Contribuição Sindical mínima será de R$ 125,53, de acordo com o disposto no § 3º art. 580 da CLT;

As empresas ou entidades com capital social igual ou superior a
R$ 167.368.772,20 recolherão a Contribuição máxima de R$ 59.081,18 de acordo com o disposto no § 3º do art. 580 da CLT;

A tabela Sindical 2018 foi reajustada de acordo com a variação acumulada do índice INPC (1,73%) no período de set/2016 a ago/2017;

Código Sindical - SINDIPLAST - Sindicato da Indústria de Material Plástico do Estado de São Paulo - Cód. Nº S-86346-4 / CNPJ. 62.506.175/0001-22

As casas lotéricas estão autorizadas de receber as Guias de Contribuição Sindical até o valor de R$ 2.000,00 em dinheiro.

COMUNICADO

 

As empresas de RECICLAGEM DE MATERIAL PLÁSTICO de todo o Estado de São Paulo inclusive da cidade de Guarulhos devem recolher a Contribuição Sindical Patronal para o SINDIPLAST -código sindical da entidade S-86346-4.

As empresas de transformação com base na cidade de Guarulhos devem recolher a Contribuição Sindical patronal para o SINDINPLASGUA.
A contribuição Sindical deve ser recolhida através da Guia de Recolhimento da Contribuição Sindical Urbana -GRCSU com identificação da Caixa Econômica Federal, com o CNPJ e código Sindical da Entidade, conforme modelo de GRCSU aprovado pelo Ministério do Trabalho e Emprego através da PORTARIA MTE Nº 488.

 

Voltar